14º Desfile Beleza Negra enaltece a cultura afro através da moda

Influencer Maria Ulhôa (eu) – Foto The Flash Fotos

Em sua primeira edição on-line, 50 modelos apresentaram produções de estilistas e apoiadores do movimento.

No dia 16/10 o Espaço Renato Russo, em Brasília (DF), foi palco do Desfile Beleza Negra. O evento promove a inserção do negro no mercado da moda, democratiza debates sobre os diferentes padrões de beleza e ressalta a importância do combate ao racismo, crime, infelizmente, ainda recorrente na atualidade.

A idealizadora do projeto, estudante de psicologia e produtora de moda, Dai Schmidt comenta o sucesso da 14ª edição do desfile que aconteceu 100% on-line pela primeira vez desde 2012. “Por conta da pandemia de COVID-19 reestruturamos a nossa apresentação para as mídias digitais. O resultado foi extremamente positivo, tendo em vista que a participação do público resultou em um alto número de visualizações durante toda o espetáculo” comenta.

No evento, 50 modelos desfilaram com looks e acessórios de marcas afros. São elas: Stylo Black, Vera Corralero, Ds Afro (em parceria com a Estilo África) e Garagem Secreta (representada pela stylist Nicolly Primo que promove a moda sustentável). Já a maquiagem foi realizada pela profissional Michelline Ramalho, maquiadora oficial do Desfile Beleza Negra e especialista em makes para pele negra, com o apoio de suas assistentes: Márcia Cellia e Lu Queiroz.

Dai Schmidt reforça uma das principais características do desfile, que, desde a sua primeira edição, em 2012, enaltece a verdadeira beleza do negro. “O objetivo do projeto, desde a sua criação, é valorizar a importância da figura negra em todos os aspectos da sociedade. Fazemos isso na moda, mas é preciso união em todos os pontos” diz.

Toda a equipe de produção do evento realizou testes preliminares para a detecção de COVID-19 e o evento ocorreu com respeito aos protocolos de segurança do Distrito Federal.

A 14ª edição do Desfile Beleza Negra foi realizada pelo Instituto Janelas da Arte, Cidadania e Sustentabilidade com a produção do Beco da Coruja. O projeto teve fomento da Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal, por meio da Subsecretaria de Políticas de Direitos Humanos e de Igualdade Racial, apoio da Secretaria da Juventude, Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF, Espaço Cultural Renato Russo; Centro Médico de Check Up (que realizou testes de COVID-19 nos modelos e equipe); Marcos Breda Astrologia e participação especial do DJ Moises Pretinho, residente em São Paulo, responsável pela programação musical do evento.

Foto – The Flash Fotos

Gostou dessa matéria? Então assine nossa Newsletters para receber as novidades em primeira mão, basta cadastrar seu e-mail no campo Receba as novidades.

comCarinhoMariaUlhoa
  Siga o Blog Maria Ulhôa nas redes sociais:
FacebookTwitterYoutubeInstagram
Compartilhe...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Deixe uma Resposta.