Como lidar com o inchaço corporal durante as altas temperaturas?

Em temperaturas mais altas, é comum sentirmos determinadas regiões do corpo mais inchadas. Contudo, poucos sabem a causa dessa sensação, bem como seus métodos de tratamento.

Como lidar com o inchaço corporal durante as altas temperaturas?

Especialista traz dicas para diminuir a sensação de cansaço devido a formação de edemas

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as temperaturas devem permanecer elevadas até o mês de abril. Com a alta dos termômetros, a sensação de ‘corpo inchado” é certa. Esse efeito pode ocorrer devido a vários fatores relacionados à regulação do fluido corporal e à resposta do sistema circulatório às altas temperaturas. Uma das razões é o aumento da dilatação dos vasos sanguíneos em resposta ao calor. Quando eles se dilatam, pode ocorrer a formação de um edema ou inchaço.

“É importante ressaltar que o calor pode levar a uma maior transpiração, o que resulta em perda de líquidos e eletrólitos do corpo. Como resposta, o organismo retém mais líquidos para compensar”, explica Marina Groke, especialista em beleza da Unhas Cariocas, rede de serviços de estética.

A profissional complementa que outro fator a considerar é a resposta do sistema linfático. O calor pode comprometer a capacidade do sistema linfático de drenar adequadamente o excesso de fluidos dos tecidos, resultando em acúmulo.

Em função dessa condição, é fundamental adotar medidas que auxiliam na redução do inchaço durante o período mais quente. Confira algumas destacadas pela especialista.

 

Cuidar da alimentação

Uma alimentação equilibrada desempenha um papel fundamental na prevenção do inchaço durante o calor. Priorizar alimentos ricos em nutrientes, como frutas, vegetais, grãos integrais e proteínas magras, pode ajudar a manter o equilíbrio de eletrólitos e a regular o funcionamento do sistema circulatório.

Evitar itens processados, ricos em sódio e açúcares adicionados também é importante, pois seu consumo excessivo contribui para a retenção de líquidos. Vale ressaltar que alimentos ricos em potássio, como bananas, abacates e batatas, ajudam a regular os níveis de líquidos no corpo e reduzir o inchaço.

 

Beber água

A hidratação adequada é essencial para evitar o inchaço durante o calor. Beber água suficiente ao longo do dia ajuda a manter o equilíbrio de fluidos no corpo e a promover a eliminação de toxinas e resíduos. A desidratação pode levar a uma maior retenção de líquidos e a um aumento do inchaço, portanto, é importante beber água regularmente, mesmo quando não se está com sede. Evitar o consumo excessivo de bebidas diuréticas, como café e álcool, também é uma medida importante, dado que podem levar à desidratação e agravar o inchaço.

 

Fazer exercícios físicos

A prática regular de exercícios físicos pode ajudar a prevenir o inchaço durante o calor, pois ajuda a promover a circulação sanguínea e a drenagem linfática. Exercícios aeróbicos, como caminhada, corrida, natação e ciclismo, são especialmente eficazes na redução do inchaço, pois aumentam o fluxo sanguíneo e estimulam o sistema linfático.

Além disso, exercícios de alongamento e fortalecimento muscular podem ajudar a melhorar a função vascular e a reduzir a retenção de líquidos. É importante praticar exercícios regularmente, mas também evitar atividades intensas durante os períodos mais quentes do dia para evitar o risco de desidratação e exaustão pelo calor.

 

Realização de drenagem linfática

A drenagem linfática é uma técnica de massagem suave que ajuda a reduzir o inchaço e a promover a eliminação de toxinas e resíduos do corpo. Durante o procedimento, movimentos específicos são usados para estimular o fluxo do fluido linfático, ajudando a reduzir a retenção de líquidos e a melhorar a circulação. Esta técnica pode ser realizada por um terapeuta especializado ou através de técnicas de automassagem. Redes como a Unhas Cariocas têm se destacado como referência no oferecimento do serviço.

A drenagem linfática regular pode ser especialmente benéfica para pessoas propensas a inchaço crônico ou que sofrem de condições médicas que afetam o sistema linfático, como linfedema.

 

Sobre a Unhas Cariocas:

A marca é considerada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising) como a maior franquia de esmalteria do mundo, recebendo por dois anos consecutivos o selo de excelência da entidade. Com técnica exclusiva para remoção da cutícula, que dispensa o alicate sem comprometer o resultado, as unhas são feitas, em média, em 30 minutos. Investimento inicial total: R$160 mil (já com taxa de franquia), faturamento médio mensal a partir de R$80 mil e prazo de retorno 12 a 18 meses.

 

Saiba mais em:  https://unhascariocas.com.br/.

Gostou dessa matéria? Então assine nossa Newsletters para receber as novidades em primeira mão, basta cadastrar seu e-mail no campo Receba as novidades.

comCarinhoMariaUlhoa
  Siga o Blog Maria Ulhôa nas redes sociais:
FacebookTwitterYoutubeInstagram
Deixe uma Resposta.