Marketing de influência em 2024: Investimento em micro influenciadores se destaca como tendência no mercado de publicidade

CEO da Likefy explica os benefícios de contratar agências especializadas e elaborar campanhas com micro influenciadores. Os ganhos vão desde a redução do custo da publicidade até aumento do engajamento com a marca.

Marketing de influência em 2024: Investimento em micro influenciadores se destaca como tendência no mercado de publicidade

Os investimentos globais em marketing de influência alcançaram US$34 bilhões em 2023, o que representa um aumento de 17% em relação ao ano anterior, segundo estudo publicado pela PQ Media. Já a pesquisa realizada pela empresa Influency.me revelou que 68% das marcas brasileiras pretendem aumentar o investimento em marketing de influência neste ano. Mas, como as marcas podem explorar as mudanças do mercado em 2024?

Quem chama atenção para as agências especializadas e fala sobre os benefícios de campanhas com micro influenciadores é a CEO da Likefy, Thaís Zacharias, que já atua no meio artístico há mais de 15 anos.

Ela explica que optar por micro influenciadores  na divulgação das campanhas é uma excelente estratégia para o mercado em 2024. “As vantagens abarcam a ampliação da marca, aumento do tráfego no site e das vendas, fidelização do cliente e baixo custo de publicidade. Nós identificamos os influencers-alvo, definimos um cachê proporcional mínimo, uma comissão atrativa, e fechamos a produção do conteúdo exclusivo com rastreamento das vendas.”

Segundo Thaís, o retorno da estratégia com micro influenciadores varia de três a seis meses. “Enquanto a campanha com grandes influencers tem o poder de criar autoridade, os micro influencers, mantendo a constância, criam relação com o produto. Este seria o melhor cenário para desenvolver branding e vendas simultâneas.” A estratégia vai de encontro ao dado revelado pela pesquisa da Opinion Box com a Influency.me, em que 75% dos usuários brasileiros já realizaram algum tipo de compra após a recomendação de um influenciador nas redes sociais, e 58% consideram provável que voltem a comprar por indicação de influenciadores.

Um case destacado pela especialista demonstra o poder de engajamento da estratégia. “Recentemente, fechamos uma campanha onde mesclamos o uso de imagem de uma celebridade, que tem mais de quatro milhões de seguidores, junto com uma campanha de afiliação com 20 micro influencers. Em menos de uma hora de post, tivemos as primeiras vendas e um aumento de cliques bem significativos no site. Com os influenciadores menores, garantimos uma presença no digital com maior constância, maior humanização da marca e, ainda, vendas gradativas.”

Agências especializadas inovam no mercado

Uma das mudanças que veio com a chegada dos influenciadores no mercado da publicidade foi a contratação de agências especializadas. O modelo especialista em marketing de influência inova e garante resultados mais tangíveis. “Quando o cliente fecha com uma agência, ele assegura o retorno porque já temos experiências neste mercado. O suporte acontece do início ao fim da negociação, contratos, uso de imagem, acompanhamento das postagens, e isso evita um desentendimento entre as partes e futuros problemas para a marca. Até na contratação destes influencers, a diferença no valor fechado pode chegar a um terço menor do que seria se a marca fechasse diretamente por eles”, explica.

Para os influenciadores, Thaís destaca a segurança oferecida. “Via agência, o influencer se sente mais seguro e também cria mais expectativas para novas publicidades. Isso motiva ele a entregar um conteúdo mais autoral e de qualidade.”

Nesse momento de inovação, ela afirma que em 2024 collabs entre marcas e serviços serão uma tendência. “Esse tipo de publicidade merece uma atenção redobrada das empresas, porque é possível unir dois públicos, com fortalecimento da marca e ganho de visibilidade.” Alguns exemplos de Collabs de sucesso são a linha de produtos do Boticário com a Bubbaloo, roupas da Approve com a Heinz, Gucci com Adidas, e Reserva com a Amazon Brasil.

Sobre a Likefy

A Likefy é uma empresa que conecta pequenas e grandes marcas de segmentos variados com artistas que vão desde celebridades a  micro influenciadores. Atende clientes de todo o Brasil e apresenta uma plataforma inovadora na conexão entre marca/serviço e influenciador digital, com investimento acessível e alto retorno.

É administrada pela CEO Thaís Zacharias, publicitária, jornalista, com quase 15 anos de experiência na área de gestão de carreiras artísticas e eventos, comunicação e marketing. Thaís trabalhou com artistas como Maria Cecília e Rodolfo, Munhoz e Mariano, Henrique e Diego e Gusttavo Lima.

A Likefy foi investida recentemente e agora faz parte do Grupo Partners, maior grupo de comunicação de Minas Gerais e um dos cinco maiores do país.

Acesse: https://likefy.com.br/

Gostou dessa matéria? Então assine nossa Newsletters para receber as novidades em primeira mão, basta cadastrar seu e-mail no campo Receba as novidades.

comCarinhoMariaUlhoa
  Siga o Blog Maria Ulhôa nas redes sociais:
FacebookTwitterYoutubeInstagram
Deixe uma Resposta.